segunda-feira, 2 de agosto de 2010

Londres não Para - The Cycling Revolution


Normalmente as iniciatiivas ligadas à mobilidade ciclável são associadas, entre nós, ao lado esquerdo da política.

Nada mais errado. Do mesmo modo que a bicicleta tem dois pedais, o esquerdo e o direito e sem qualquer um deles torna-se num objecto inútil, também existem bons exemplos de promoção da mobilidade nos diferentes quadrantes políticos.

Londres é, aliás, o exemplo de como os conservadores dão cartas neste domínio. Um prime-minister do reino e um mayor da cidade que são utilizadores de bicicleta e uma política pro-activa de promoção da mobilidade ciclável.

A ideia das bicycle super-higways pode até ter sido de Ken Livingston (anterior mayor trabalhista) mas é Boris Johnson (actual mayor conservador) que está a trabalhar afincadamente para as levar à prática.

Veja-se este clip de promoção com as duas primeiras que foram já lançadas. Para 2015 esperam-se mais 10. Londres muda a olhos vistos em termos de mobilidade ciclável.

3 comentários:

J09 disse...

Nem tudo o que reluz é ouro, leia-se http://realcycling.blogspot.com/.

Mas que a coisa está a andar na direcção certa, isso está.

馨惠婷裕 disse...

好的開始並不代表會成功,壞的開始並不代表是失敗..................................................

A. Pedro Roque Oliveira disse...

我认为这是一个良好的开端。伦敦的承诺,功率循环流动。