terça-feira, 7 de setembro de 2010

ICH BIN EIN ZIVILISIERTEN PENDLER

Durante o início do mês de Agosto fui trabalhar quase todos os dias de bicicleta. Aquilo que, teoricamente, era um quebra-cabeças torrnou-se, na prática, numa eficaz, simples e rápida maneira de me deslocar vantajosa relativamente ao automóvel e ao transporte público.

Claro que, a máquina de BTT em que o efectuei, era desadequada e apenas serviu o intento de me demonstrar que é perfeitamente possível uma deslocação pendular de carácter quotidiano de casa ao trabalho e retorno.

De resto a altimetria é mínima e 75% do percurso decorre em ciclovia.

Agora aproveitei uma promoção magnífica da loja do logotipo azul e comprei uma máquina de trekking como a que a foto documenta (B Twin Riverside 3). A bicicleta de trekking é, em minha opinião, a mais adequada à deslocação numa cidade como Lisboa em virtude dos desníveis e da irregularidade dos pisos e o seu desempenho, nessas circunstâncias.

É bem melhor do que uma BTT, por um lado, em termos de conforto (posição vertical e selim civilizado), protecção (carter e guarda-lamas) e desempenho dinâmico (rodas 700) e do que uma citadina pura (estilo Gazelle), por outro, em termos de peso e capacidade desmultiplicadora da transmissão e ainda que uma máquina de estrada em termos de robustez.

Obviamente não prescindo de uns pedais com uns estribos para pedalar de modo eficaz. Quando nos habituamos aos pedais automáticos é difícil pedalar em simples pedais de plataforma.



A configuração é a seguinte:

Cadre: aluminium 6061

Fourche: rigide en acier Hi ten

Transmission: 24 vitesses, shifters Shimano, dérailleur arrière Acera, dérailleur avant Shimano, manivelles aluminium, plateaux acier

Position:cintre semi relevé rentrant en aluminium ; potence aluminium orientable ; grips ergonomiques ; selle Royal Travel ; tige de selle aluminium monobloc.

Roues : jantes aluminium de 28 pouces double paroi ; rayons acier galvanisé ; moyeux aluminium Shimano ; pneus trekking avec bandes réfléchissantes.

Freinage : leviers aluminium intégrés au manettes Shimano ; V-brakes aluminium.

Accessoires : éclairage à dynamo dans le moyeu shimano ; éclairage halogène à l'avant. Eclairage à LED à l'arrière restant allumé jusqu'à 4 minutes lors des phases d'arrêt ; porte bagage aluminium type trekking ; garde-boues ; protège chaîne ; béquille réglable.

Taille: M

Poids: 16,3 kgs.

Coloris: blue

3 comentários:

Bessa disse...

Parabéns pela nova montada! Também eu faço as minhas pedaladas utilitárias numa bicla dessas:

http://lisboabike.blogspot.com/2010/08/novas-rodas.html

Até agora, ainda não me deixou ficar mal, mesmo que o peso se faça sentir nas subidas. Tudo o que é para funcionar funciona, as luzes incluídas, e o conforto é, como foi dito, muito superior ao de uma BTT muitas vezes mais cara.

Um abraço!
Bessa

Miguel Barroso disse...

Humm, que bicicleta mais chic!!! ;-)

Rui disse...

Que tal se porta a bicicleta?

Defeitos e virtudes? :)