domingo, 24 de outubro de 2010

I love the smell of the Tagus River in the morning...


Exactamente uma centena de quilómetros distaram entre a porta de casa e o parque de estacionamento do Santarém Hotel e foram percorridos a ritmo elevado apesar do vento soprar norte (embora fraco).

Por ocasião do Festibike 2010, liguei de novo a capital à escalabitana urbe percorrendo, desta vez, o Caminho do Tejo coisa que já não fazia há algum tempo já que as últimas ligações a Fátima têm começado na Azambuja.

Um dia meteorologicamente perfeito, boa companhia e muita gente no "Caminho": ciclistas e peões facto que me agradou sobremaneira e que demonstra que, finalmente, o Caminho de Fátima cumpre a sua finalidade.

Na véspera a participação, no auditório do CNEMA, no colóquio da FPCUB "A bicicleta e a cidade" em que falei do uso quotidiano da bicicleta e das bicicletas partilhadas. Seguiu-se a visita ao certame onde para além da inúmera literatura, para digerir ao longo da próxima semana, tive ocasião de testar duas bicicletas "diferentes" - uma citadina eléctrica da "Órbita" e uma "Niner" de 29'. Uma e outra surpreenderam-me pela positiva embora a alcatifa azul do pavilhão possa não constituir o terreno ideal para uma avaliação apurada.

Sem comentários: